Snujs, esses lindos!

Instrumento musical ou acessório? Snujs sempre inspiram medo e reverência. Meu primeiro contato foi com um daqueles recortadinhos, rasinhos, como uma flor. Som de latinha, mas ok para os estudos iniciais. Busquei mais informações, tentei ao máximo dominar aqueles quatro pratinhos selvagens, mas fiquei no baladi e no takatá.

images
snujs humildes, mas limpinhos.

Juntar tudo isso com movimento foi complicado. Cheguei a fazer um duo com uma colega em 2010, mas comecei a estudar meeesmo foi quando Padma, a professora do avançado da minha escola, foi dançar fora e precisei assumir sua turma. Ela estava ensinando snujs e, de repente, eu lá estava coreografando Alf Leila we Leila (a clássica mais fácil que encontrei). Aprendi junto com as alunas. Foi sofrido.

Sabe por que?

Porque não entendemos nada de música árabe. Achamos que galope e baladi bastam pra fazer um show bonitinho e nos satisfazemos com isso. Subestimamos a música e nosso público (aliás, tema pra outro post: gostamos de achar que o público é mais leigo do que de fato o é). O negócio é que tentamos tratar a música árabe do mesmo modo preguiçoso como muitas vezes tratamos nossa dança; baseado no 1,2,3,4, na repetição de padrões e combos.

Só entendi isso direito anteontem, com a aula que fiz com a extraordinária Márcia Dib. Márcia esteve em Brasília para um evento lindo, a Primeira Semana Árabe Fearab Brasil. Ela deu uma palestra esclarecedora e cheia de poesia sobre seu estudo da música árabe. Trata-se de um trabalho de pesquisa aprofundada, cuidadosa e amorosa. Por sorte, duas professoras do Ayuny, Caroll Toledo e Iris, haviam se encontrado com ela no festival da Shimmie em SP e, interessadas em seus saberes, viram a possibilidade de uma aula particular na ocasião de sua vinda a Brasília. As professoras da escola nos organizamos e fechamos um grupo para a aula que mudou não somente nossa perspectiva sobre os snujs, mas ajudou a reestruturar nossos conhecimentos sobre a música árabe.

DSC_0657
Marcia Dib e eu. Empolgadíssima, claro!

Compreendemos que tudo o que sabíamos – e mesmo a mais sabida de snujs do grupo concorda – era um conhecimento de gavetinhas. Que a música árabe comportava nossa criatividade e desejo de criação. Aprendemos toques inusitados e desvelamos regrinhas bobas e paralisantes. Sabe aquele negócio todo de 1 dum, 2 dum, padrões, dedo esticado, dedo encolhido…? Balela que te afasta da experiência musical! Tocar snujs é mais do que seguir ritmos calculados; é viver e criar música. Aliás, que experiência maravilhosa foi ver a professora (é, Márcia, lascou, agora virou nossa professora!) tocar com Iris no derbake. Ali a gente viu todas as possibilidades de brincadeira e arte dos snujs da bailarina. Não do músico! Muito diferente.

Foram duas horas intensas que mudaram nossa relação com os snujs. Que não são acessórios. São instrumentos musicais que a bailarina, essa poderosa, toca. Se tiver oportunidade, estude com Márcia Dib e entenda que você também faz música!

IMG-20140925-WA0005
Reflexo de snujs em todas. Da esq: márcia, caroll, salgueiro, seabra, raquel, priscila e Iris. Bando de mulheres felizes!

3 comentários sobre “Snujs, esses lindos!

  1. “Só entendi isso direito anteontem, com a aula que fiz com a extraordinária Márcia Dib.” Anteontem é um dêitico que aponta um lugar no tempo que precisa de uma marcação precisa(no corpo do texto de preferencia), senão se perde na vaguidão da experiência subjetiva. Não poderia julgar o teu blog por esse texto, mas procurando informar-me sobre os snujs dei com o teu blog (ou diário). O subjetivismo é muito forte para poder considerar um texto técnico-cientifico sobre o tema. Acredito que essa também não seja a tua intenção. E qual seria? falar da tua relação de anteontem com o snujs e as mulheres felizes e as horas intensas com tal instrumento? Fica a provocação…😉

    1. Uau! O anteontem referia-se ao dia 08/04/2015, provavelmente, não? O blog não é um memorando, mas de todo modo creio que o layout escolhido marca o dia da postagem. O objetivo, como parece óbvio era justamente registrar minha subjetiva satisfação com uma boa aula de snujs. ^_~

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s