Baladi (só um P.S.)

Ói aí a Saida dançando o New Baladi. Muito bacana. A prova de que há lugar para o drama dentro desse estilo.

Anúncios

4 comentários sobre “Baladi (só um P.S.)

  1. Bom, por partes:

    1) Sobre o email: tem muito anexo? Muito vídeo? Já experimentou dividir em duas ou mais partes.

    2) Sobre a Saida: Esconjuro três vezes!
    Além de eu não gostar, pessoalmente, do estilo da moça, acho que para qqquer coisa ser “New Lalala” tem que, no mínimo, dialogar com o “Lalala tradicional”, o que não é o caso. Só a estrutura da música faz isso. A dança, nem o mindinho.
    Amarrado em Suheir 3x. (Se vc não entendeu, é porque ainda não viu o blog da Claycianne, kkk0

    3) Resolve logo esse trem do email que, poxa, saudades!

    Beijoca.

  2. Fia, tô com a Samy. Não gosto da leitura musical dessa criatura, mas também acho que tem espaço pro drama. Só que, nesse caso, prefiro a Orit.

  3. Rô, algo grita na minha cabeça…
    Definição clara do que seja new baladi.
    (Entrada de passos/sequencias mais ‘mudernosos’?)

    Outra observação. A principal caracterìstica do Baladi não é o improviso?
    Se for, é o que menos se tem nessa coreografia…

    Mas vamos à moça…
    Eu acho que ela faz coisas legais aí. Um pouco de afobação e contorcionismos desnecessários no meu ponto de vista, mas é o estilo da moça, ela gosta, então deixa ela.

    Existe uma intenção dramática na performance, mas ela não chegou a me convencer. Ela não é ruim, fato… Mas é tão higiênica…

    Ó fia. Tentei não ser ranheta, mas acho que não deu. Pardon.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s