Naftalina

Criei coragem e coloquei na net a minha dancinha do chá do AYUNY do ano passado. Tipos, pois é. Não, não acho que faria diferença ter colocado antes – as pessoas não tomariam reparo do mesmo jeito, graças a Deus. É que todo mundo tem suas vergonhinhas, né? Essa é uma dança de que gostei muito, muito mesmo. A música é pura naftalina, na voz de Mohammed Abdel Wahhab, com todo o chiado a que tem direito. Foi dançada pela Lucy em um vídeo que me fez amar de vez a dança do ventre e tal. A versão da Lucy era inteiramente instrumental e sua interpretação, perfeita. Precisei de um esforço sincero para esquecê-la na execução de meu improviso (o que não foi possível – quem consumiu o vídeo da Lucy como eu vai saber reconhecer os 10 segundos de plágio). Por fim, gostei muito. É raro o momento em que nos sentimos livres para dançar, sem se preocupar demais com técnica, e esse foi um deles. Com vocês, euzinha dançandinho muito feliz da vida.

P.S.: a moça que filmou o fez virando a câmera; daí, ao transformar o filme, fiquei achatada. Foon.
Anúncios

10 comentários sobre “Naftalina

  1. Oi Rô!! ADOREY a dança, aliás, viva as musiquinhas cheias de chiado. Eu mesma morro de vontade de dançar Wayyak do Farid el Atrashe, mas sempre fico com medo do povo achar chato…

    Dá pra ver exatamente o que você descreveu no texto: “focou o FD-SE” para as exigências dos passos da moda e das viradas escalafobéticas, e se deixou levar pelo prazer de dançar. Bom demais!

    Parabéns e beijão!

  2. Eu vi no tubinho qndo vc postou. Adoro músicas velhotas, mas assim como a Vera, morro de medo de entediar a galera. Adorei a coragem (aliás, musiquita difícil de dançar essa, não?)!

  3. Owww… Não entendi o por que da vergoinha… Dançou fluidamente, envolvida com a música, tranquila…Gostoso de ver. Senti falta de ver o seu rosto, apenas isso.
    E fia… os seus braços estão uma coisa de elegantes, hein? Conta o segredjenho aê!

    bjk,flor.

    Vivi

  4. Linda, gostosa, maravilhosa, poderosa, necessária. Maridaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!
    Essa é a Roberta Salgueiro que eu conheço e amo. Que está além das modas, que manja de música árabe para caraleo, que entende a alma árabe para caraleo, que ama a naftalina tanto quanto eu, que consegue dançar essa coisa dificilima e sofisticadíssima da época como ninguém mais que eu conheça!
    Isso é o que a faz diferente de todas as outras. Essa profundidade e entrega, essa paixão.
    Chorei.

  5. Linda, fluida, elegante e fazendo todas as marcações sempre de forma inusitada e inesperada…Amei, RÔ. O figurino tb estava lindo, acompanhando a época áurea da dança e música árabe…Foi incrível e muito emocionante! Parabéns como sempre!

  6. Impossível não me emocionar novamente ao rever essa apresentação que tanto me cativou e emocoinou ao vivo. Após alguns meses de novos aprendizados posso, seguramente, afirmar que, cada vez que assistir a essa apresentação, novas emoções virão acompanhadas de outras ricas leituras. Certamente, essa dança sempre me trará importantes aprendizados e sempre me lebrará porque és uma de minhas bailarinas preferidas: porque sempre e sempre muito me ensinas.
    Nesse momento, por exemplo, vejo que é possível aprender inúmeras vezes com uma única apresentação, pois a cada vez que a vemos, compreendemos que ela jamais será a mesma, dada as inúmeras leituras que é possível fazer de algo executado com tanto amor e esmero.

  7. Amei! Amei! Amei! Quem me dera quando eu dançasse linda, leve e solta, sem ficar de olho em tudo, eu fosse tão tudibão assim.. rs.
    Linda de verdade.
    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s