Não dá mais

I – Novo cráaaassico kitch da dança do ventre: Tapinha para virar o rosto.

A Saida faz, o povo faz.

Fooon. Preguiça.

II – Nego inventando o clássico onde não tem.

Tipo chassé em música raiz.

Sério. Sou eu ou gata é muito sem-noção mesmo? Tipos… não dá para sentir o ritmo, minha gente? É Salametha Om Hassan, folclorão.

14 comentários sobre “Não dá mais

  1. Então Rô, como iniciante que sou… Nunca vou dar tapinha na cara, na bunda ou afins. Mas se tem gente que se seduz com isso… Deixa que sejam felizes. Enfim… E o segundo vídeo está tão estranho! Parece que misturou tudo, melodia com batidas. Mas a roupinha quebra um galho, né? Ai, ainda tenho chances! Beijo e bom final de semana.

    Charô, eu não ligo. Tem uma moça que tira a espada da bunda num vídeo que me mandaram. Não dou bola. Juro. Só às vezes, como esporte mesmo. Preciso rosnar um pouco, gata. Senão acabo rosnando ao vivo, daí causa problemas. Mas juro que não ligo. ^_^
    P.S.: também não gosto da roupa.

  2. KKKK eu faço!! rs.. mas achei que este “truk” era jillina heheeh diga-se de passagem a unica coisa que eu achava que era USA e aproveitável rs…
    bjokas
    A proposito, qual o nome da bailarina (?) que sai de dentro do maço de rosa? rs.. BIZZAAAAAARRROOOO!! Bjokas

  3. Essa segunda é a Rania???
    é a única BDSS que eu não entendo como diabos foi parar naquele grupo… geez.
    lamentável.

    Ket, tenho muitas críticas às BDSS. Começando pela alcunha do grupo. O lance da Rania é que ela resume toda a mediocridada possível em uma bailarina do ventre.

  4. Tapinha no rosto é modisminho, de cunho um tanto vulgar, mas passa.

    Chato é não ter leitura musical nenhuma, que nem a moça de azul. Nem cultural. Nem nada. Uma pobreza. Uma dança dura. Dança de quem não se entrega à música nem a pau.

    Tadinha.

    Resumiu tudo, Samy.

  5. O Tapinha já não era bem moda aqui não hein… tenho uns DVDs nacionais com tapinha…

    Agora a Rania… quem foi que disse que essa criatura dança bonito gente? Toda desengonçada, um horror!!!!

    Opa! Põe na roda! Bora fazer uma arqueologia do modismo, uai! E se a Saida viu os dvds brasileiros e resolveu plagiar? Ou não. Ou é coincidência mess. Seria bom ver.

  6. Me lembrou uma música que foi sucesso por aqui… “Tapa na cara”.
    Além de rídiculo e vulgar, completamente sem noção.
    E a Rania? Essa moça tem problemas…

    Cara, é a melhor definição da Rania (agora que vi que a confundo com a Sonia. Eu ia até fazer um comentário positivo sobre a Sonia, de seu videozinho do Havaí, mas… Essa Rania não tem pé nem cabeça).

  7. Roberta sempre com as melhores contribuições.
    Também acho que de todo o pior está a moça de azul dos egundo vídeo.
    Ela não ouve nada, sei lá se algum dia aprendeu que existem ritmos. Parece que ela tá só preocupada em colocar todos os passos que aprendeu na dança independente de estar na maior aprte do tempo fora da música e fora da casinha.

  8. Oh, céus! Fazer o que a moça de azul fez: esse é maior medo que tenho no mundo, dançar uma coisa enquanto a música pede outra, por ignorância cultural, do ritmo etc. Outra coisa: de cara já sei que não vai me agradar a dança quando a pessoa faz um oito pra baixo ou pra cima balançando muito os braços dobrados ao lado do corpo como se fossem molas, competindo geral com o oito do quadril. Mais: ela estava visivelmente nervosa, tensa, não relaxou, não deu expressão à dança, podia ao menos dar um sorrisinho fake já que estava na TV ou algo assim. Vou mandar um link de um vídeo que vi de uma moça dançando num aniversário de firma. Também é um bom exemplo do que não se deve fazer. Bjos

    Também tenho medo. O negócio é que esse tá descarado demais. Manda o vídeo sim!
    Beijo!

  9. A do primeiro video não só pegou o tabefe na cara da Saida como também pegou a mão dura e bico-de-pato dela. Prefiro a original.

    A do segundo, coitada, eu nem ia falar nada porque ela nem sabe direito o que tá fazendo. Gente assim sendo BDSS me alegra o dia, porque me faz ver que eu talvez não esteja tão ruim assim.

    Gostei da do primeiro vídeo. O lance que queria mostrar era mesmo o modismo. A Sonia quase dá pena. Deve ser parente do produtor, sei lá.

  10. a minha primeira reação a ver esses trejeitos e ter horror.
    principalmente quando vc vê uma turma de iniciante , tipo 10 meninas, todas botando a mão na bochechinha…ai é uma sensação, nao posso dizer que tah errado, mas acho taaaão estranho…
    eu acho que esses trejeitos são tão experssivos, de expressar sentimento de momento mesmo…eu estranho ser ensaiado…tb por isso acho meio estranho pegar trejeitos de outras bailarinas…tipo aquele faz que vai mais nao vai empinando a bunda da Dina…mas ao mesmo tempo…pode ser uma forma de surgir passos novos neh? incorporar trejeitos bem indidviduais que vão ser imcorporados com o tempo ao “neo tradicional da dança do ventre”…
    nao sei…juro que fico confusa

  11. Me diga que eu não vi esse video clássico folclórico kkkkkkkkkkkkkk
    E que mania…….falta de estilo é copiar estilo da Saida.

    É mesmo um clássico! Do que não fazer jamais!
    ^_^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s