Como fazer uma coreografia 2

coreohobkolloh

Há algum tempo escrevi um pequeno guia de construção coreográfica. Com a proximidade do nosso novo espetáculo e o desenvolvimento de minhas alunas, tenho pensado melhor no assunto. Gosto muito de coreografar e o faço sem maiores dificuldades. Minhas dúvidas são quase sempre em relação ao espaço cênico de que disponho.

Daí que algumas alunas minhas cursam também o intermediário B (dou aulas no inter A e no iniciante) e precisam começar a desenvolver capacidades autorais na dança. Ou seja, precisam fazer suas próprias coreografias. No meu curso estimulo as meninas a construir suas seqüências, com menos cobranças do que no inter B (que deve, sim, se empenhar em fazer a aluna construir seu próprio estilo, já que estão se encaminhando para o avançado). E mostram interesse em aprender sobre o processo de construção coreográfica. Aí vão, então, minhas dicas, acrescentando mais elementos do que no artiguinho anterior:

1. Do macro ao micro: ouça a música e a desconstrua por momentos: se você está trabalhando uma música pop, observe as partes 1, 2 e refrão. Se é uma música clássica, mais complexa, identifique a introdução, a entrada, o desenvolvimento, a digressão (taksim ou folclore) e o retorno à melodia de entrada. De todo modo, por cima, de primeira ouvida, observe os momentos de calmaria e de energia. Pense em um rascunho de dança. Apenas depois desse exercício passe para as estrofes. Delas, às frases; daí, às minúcias.

coreohbokolloh2

2. Identifique partes-chave da música: Há momentos impactantes e momentos morosos, às vezes tediosos. Identificando esses momentos, você poderá distribuir melhor seu repertório coreográfico.

3. Distribuição da atenção: A maior parte das músicas para dança do ventre se compõem em base (ritmo), melodia e arranjos (às vezes, harmonia, que é um conceito complicado e não entendo tão bem). Veja qual deles se sobressai em cada momento: ele é seu guia.

coreohobkolloh3

4. Aonde vai o quê: O ritmo deve guiar seu pé. É a parte terrena, raiz, da música. A melodia, aérea, guia a parte superior do seu corpo. A harmonia ou arranjo está nos detalhes. Isso não é uma regra; é apenas uma leitura recorrente.

5. Foco: Ouça a música com fone de ouvido. Capte tudo. Não fique louca querendo transpor todas as notas musicais em seu corpo; siga o som mais vibrante, sem jamais ignorar as molduras deste som.

6. Discernimento: Cada espaço de show requer uma apresentação diferente. Palco, restaurante, festa e chá requerem abordagens completamente diferentes.

7. Anote: Desenvolva uma notação. Dê nomes aos movimentos e compartilhe esses nomes com suas alunas ou colegas. Não há rigidez na notação coreográfica da dança do vente, extremamente fluida. Não se queixe disso; aproveite essa liberdade e solte seu verbo. Escrever a dança é muito importante; é, afinal, a base da coreografia. Não se vicie em um modo única. Durante muito tempo, apenas anotava os passos e a minutagem. Atualmente gosto de desenhar, como podem ver na imagem acima.

Nada disso é regra. É meu processo criativo que compartilho com a geral. Espero que seja útil. Pra mim é.

Clicando nas imagens você as vê em tamanho maior. Esse é um rascunho para a coreo das minhas alunas de nível intermediário (o mesmo nível da coreo anterior, a do jarro). Como poderá ser visto posteriormente, muuuuuita coisa vai mudar. ^_^

* * *

A música tá editada. Estou trabalhando com esse arquivo aqui, que mutilei. Pobre música perfeita!
About these ads

23 Respostas to “Como fazer uma coreografia 2”

  1. Elizângela Isaque Says:

    Roberta, você é realmente incrível. Quando penso que já me surpreendi com seu profissionalismo você vem a mostra mais detalhes de tua faceta, que te tornam uma profissional tão admirável.
    Adorei essa aula teórica. Fiquei muito feliz em identificar nessas dicas procedimentos que utilizei para contruir minha primeira coreografia. Por se tratar de uma música pop foi um desafio bem ameno, perto do que vou enfrantar para construir a próxima, que será mais voltada para o clássico.
    Embora você sempre nos fale sobre isso em sala de aula, com esse artigo, me sinto mais preparada para enfrentar os próximos desafios.

    Eliz, você é muito querida! Obrigada por me manter animada para ensinar!

  2. lorymoreira Says:

    Legal, Ró. Coreografar grupos é mesmo um desafio. Muito mais fácil coreografar solos. Eu acabei de terminar uma coreografia, mas sabe que sinto uma pontinha de dor em deixar a música toda presa? Já tô com vontade de largar quase tudo que planejei e deixar a maior parte de improviso…

    Eu já não curto coreografar solos. Sei lá, é meio entediante. Nunca coreografo minhas dancinhas – tenho medo de me perder. Faço coreografias solos sob encomenda, mas não é a mesma coisa. Acho que quando dançamos solo o ideal é marcar os momentos da música e coreografar apenas as partes mais meticulosas, complexas. Se não, perde a graça. Acho. ^_^

  3. Livia Says:

    Parabéns, Roberta. Vou republicar no arabesc com os devidos créditos. Achei de grande utilidade para as meninas que são profissionais ou almejam. Se vc se importar, me avisa que retiro, ok?
    abçs. Livia.

    Fico honrada, Livia. Publica ae!

  4. barbara Says:

    superlegal! adorei!

    ^_^

  5. Lid Says:

    Sei que teu marido é músico e pode explicar isso muito melhor que eu, mas só pra constar: o arranjo é aquilo que se faz com a melodia. Quer dizer, arranjar significa definir (ou reescrever) o ritmo, a harmonia, quais intrumentos (ou vozes) serão usados, o que tocam e em que partes da canção entram. A harmonia é uma das partes que damos atenção quando arranjamos, a harmonia de uma canção são as outras notas que não fazem parte da melodia, mas que a apoiam. Dou um exemplinho: lembra na noviça rebelde? A primeira música que ela ensina às crianças é a do “do-re-mi”. Primeiro ela ensina “sol-do-lá-fá-mi-do-ré… sol-dó-lá-si do-ré-dó”. Depois ela ensina uma segunda linha, pra ser cantada simultaneamente à primeira: “do-mi-mi.. mi-sol-sol… re-fa-fa.. la-si-si”. Se você cantar a primeira linha, que é a melodia, junto com essa segunda linha, esta segunda linha será a harmonia. Se isso é harmonia ou contraponto, deixo pros intelectuais da música discutirem. Enfim, harmonia é quando uma espécie de “conjunto de notas de base” é tocada silmultaneamente a uma melodia; arranjo é o que o músico fez com a música em sua totalidade. Se eu falei bobagem e houver algum músico profissa-de-responsa lendo isso, agradeceria uma correção. Beijos!

    Ele falou que leu e que isso é contraponto. Depois vou esmiuçar direitim. Sacomé: casa de ferreiro, espeto de pau.

  6. LuArruda Says:

    indicando pras alunas todas… e seus bonequinhos são bemmmm melhores do que os meus..rs…
    beijão!

    ^_^

  7. Luana Mello Says:

    Gata, indiquei esse post no meu twitter tá? Por que ele é necessááário, assim como vc.

    Bitocas.

    Uhuuu!!!!

  8. Lu Hassany Says:

    Roberta, quero te parabenizar por este artigo sobre montagem de coreografia. Adoro ler seus artigos e principalmente saber que existem profissionais que levam mesmo a sério essa Arte. Isso nos impulsiona a buscar mais e nos dá segurança que nem tudo que tá no mercado hoje é lorota, exibicionismo sem sentido, EGO inflamado demais.
    Mudando de assunto, confesso que desde que assisti Jillina dançar com seu grupo, naqueles vídeos da IAMED, montar coreografia teve um sentido diferente para mim, pois sei que sou ótima no improviso, mas quando tenho que coreografar minhas meninas, é uma luta. Aprendi com ela a desenvolver melhor isso, contudo seu artigo deu um UP que estava faltando para mim. Obrigadíssima. Valeu!!! Continue inspirada assim. Sucesso!! Beijokas!!!

    Fiquei feliz com seu comentário, Lu. Valeu!

  9. Laila Says:

    Mas isso tá demais, Rô! Parabéns! Que post legal!!!
    Adoro sua letrica e seus bloquinhos :)

    Letrica mesmo. Coitado de quem tem que ler. Saudade demais docê! Pinta lá na escola, sô, pra gente prosear!

  10. Malikat al Hanna Says:

    Excelente !!
    Se vc me permite, estarei divulgando no grupo Raks Sharki do multiply. Dicas indispensáveis para quem deseja profissionalizar-se ou montar festivais em sua escolas.
    Obrigada por compartilhar seus conhecimentos.

  11. Nazaré Says:

    EU gosto muito de ter uma Música no coração

  12. Minhas alunas « Yallah! Says:

    [...] Salgueiro Olhaí, olhaí. É meu trabalho. Gosto demais! Fiz vários posts sobre o assunto.  Neste, por exemplo, você pode ver a concepção da coreografia. Há outros, pois é um trabalho tenso e [...]

  13. leila didia Says:

    para se compor uma danca bem eu ja tenho um groppo i sei compor musicas i dancas tenho 14 anos i chamome leila didia como eu estava a dizer fazer uma crogafia é fasel so tem de fazer jestos i ja esta hahahahahhahahahahahahahhahahahahahahahaahhahahahahahahahahahhahahahahhahahahahhahahahahhahahahahahahahahahhhahahahahahaah i sao brazileira i voce o que é minha senhoira

    ?

  14. Fernanda Bertolacci Says:

    Estou encantada … com tanta informa;ao, minha mae e dan;arina de DV ha mais de quatro anos , ela e realmente apaixonada pela arte, devora tudo que le e ve , estou salvando tudo pra ela bjus continue assim maravilhosa… um beijo enorme

  15. Anna Says:

    gostei muito das dicas
    acho q agora posso montar meu grupo

  16. nao gostei tem que ter mais Says:

    chato nao gostei tem que ter mais

  17. gostei das dicas Says:

    eu gostei , to precisando monta uma coreografia de pop , only girl -rihanna sera a musica , se tiver algo a diizer sobre a escolha da musica e a coreografia fale porfavor , to precisando de ajuda mesmo !
    bejoo Fe

  18. Lys Moscovik Says:

    Eu tenho uma dúvida preciso que me respondam até hoje noite.Porque amanhãé a apresentação de ESQUET na minha faculdade de artes cenicas.

    1_Minha música é just the way you are(bruno mars)

    2_São 5 componentes

    3_Aproximadamente 3,29 minutos de música

    4_tem ter uma história dentro da música.

    5-Tem ser algo forte.

    Brigadão me responde aqui no site, e depois coloco o video aqui no site

  19. lorena Says:

    oi o meu nome é lorena eu fiz uma coreografia mas não cei se ficou muito boua algém mi ajuda porfavor

  20. lorena Says:

    eu gostei muito das suas dicas muito obrigada valeu gostei muito mesmo agora sim posso faser uma coreografia bem legal

  21. mahbub Says:

    gostei

  22. mahbub Says:

    t bnito

  23. Elisa Says:

    Como vc consegue? Eu estou tentando um monte fazer uma coreografia boa para a música Scream do Usher, mas não consigo! Quero dançar com minhas amigas também, aí dificulta mais!

    Como você arranja inspiração para começar? Você pega em alguma dança? Não tenho inspiração para criar. Assim avulso quando a música toca tudo bem, mas para memorizar e ensinar para minhas amigas? Por favor me ajude!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: